terça-feira, 31 de maio de 2011

GAY TEM DIRETO, MAS TODO MUNDO TEM TAMBÉM

Eu concordo com a criminalização da homofobia por crer que, só assim, crimes como o da Avenida Paulista no ano passado, em que jovens foram agredidos gratuitamente por motivação fútil e preconceituosa, terão uma pena severa e específica. Mas, não é por isso que vou concordar com o fim da liberdade de expressão. Processar um apresentador de televisão por uma brincadeira, uma piada, é demais!
Esse estado policialesco que se instaura no Brasil por causa dos últimos acontecimentos que envolvem os homossexuais (aprovação da união homoafetiva, discussão sobre a PL 122, caso Jair Bolsanaro etc.) não é bom: se eu não puder expressar minha opinião, de forma séria ou cômica, será como se vivêssemos numa ditadura, em que ninguém pode dizer nada contrário ao poder vigente sob pena de ser responsabilizado criminalmente por isso.
O processo contra Marcos Mion, conhecido apresentador bizarro e sarrista, é um insulto ao bom senso e à liberdade de todas as pessoas, homossexuais ou não. Os gays precisam ser ouvidos e se impor, mas sem precisar ter um comportamento colonialista e invasor.

4 comentários:

Acreucho disse...

Eu pelo menos não sou contra os gays, sou contra, sim, "a idéia deles de se imporem na sociedade como uma "terceira via" que não existe, que só existe na cabeça deles" e querer que a sociedade os aceite como pessoas normais. Não sou contra os gays, sou contra a divulgação de suas teorias à sociedade, principalmente perante os adolescentes, altamente influenciáveis e com seu caráter em formação. Sou também contra machismo e feminismo exacerbado, prejudicial como qualquer "ismo".

Eduardo e Egina disse...

Vc tava de férias era?

Muito bom texto...


ab~s


edu

Nielsen disse...

Ficaria triste se fosse um Jô Soares ou Chico Anysio, mas Mion fez por merecer, não neste caso ridículo, mas ao longo de anos ele vinha destilando sua homofobia verbal... Certa vez quando o grupo Pet Shop Boys (que são gays assumidos) veio ao Brasil, ele comentou ao vivo no ar: "Esses Pet Shop Boyolas são muito derrubados mesmo, esse show deles só vai dar biba, quem mais vai pagar p/ ver essas bicha tosca? Só mesmo viado que nem eles! Hua ha ha ha." Viu só? Pelo conjunto da obra ele merece um processo no meio das fuças. Não gosto dele, resume tudo e achei bem-feito, rsrsrs (risadinha maligna). Como ele mesmo diz ele é um tosco!

Cris Neres disse...

Oi Vítor, muito bem colocada sua opinião e concordo plenamente!
Os homossexuais devem ser respeitados e protegidos como qualquer cidadão (pq de fato são cidadãos, trabalham, pagam impostos)agora há alguns absurdos na PL 122 que devem ser revistos e esse que vc citou no texto talvez seja o maior deles.
E tenho dito!