terça-feira, 1 de dezembro de 2009

REFORMA POLÍTICA? JÁ PASSOU DA HORA!

Ouço falar em reforma antes mesmo do escândalo do mensalão (Esquema de compra de votos de parlamentares) noticiado pela imprensa entre 2005 e 2oo6. Quando passa a febre que esse tipo de notícia provoca, todo mundo esquece e tudo fica por isso mesmo. À propósito, se colocarmos o nome "mensalão" no Google Imagens logo aparecem caras conhecidas, velhos personagens que ainda andam por aí assombrando não só o imaginário da política como a realidade também. Na edição do dia 30 de novembro do Jornal da Globo, o jornalista Willian Wack disse que “Brasília (e eu estendo isso à todo o Brasil) é uma cidade acostumada a escândalos de corrupção, à cara de pau dos envolvidos, acostumada ao fato de que muitos escapam impunes, acostumada à repetição de casos.” É verdade! O povo já se acostumou com isso, mas, mesmo assim é difícil ver nossas "excelências" escondendo - por falta de pasta, é claro - pacotes e mais pacotes de dinheiro escuso e sem destinação clara em bolsos de paletós, em enormes bolsas, na cueca, nas meias... Acabou o pudor. Depois de tudo isso, eles ainda oram! Que país é esse? Que deus é esse? Há quem diga que deus nada tem a ver com isso eu também acho que não tem mesmo, mas meteram-no no negócio e da Caixa de Pandora agora sai de tudo, de divindades a imagens de propina deslavada.

Reforma política? Já passou da hora! Não há mais o que reformar. Essa velha casa merece mesmo é uma implosão e depois uma discussão muito séria e minuciosa sobre se deve ou não ser reconstruída.

2 comentários:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Vítor,

A caixa de pandora está aberta e a reforma política como precisa ser feita, dificilmente será efetuada. Por que será? Porque os que fazem as leis do nosso país (com raras exceções), estão comprometidos com grupos como bancos, empreiteiras, etc. Um dos grandes problemas do sistema político brasileiro é justamente a questão do financiamento de campanhas, pois pelos últimos escândalos, deu para ver que a gênese do problema começa na campanha política. Tem quem financia e depois cobra em obras e serviços com o governo. Não é só isso, mas já é uma ponta do problema.

Obrigado pela visita ao meu blog.

janisléia disse...

Menino, Jesus já sabia das faltas de escrúpulo, ele não dizia, "DAI A CÉZAR O QUE É DE CEZAR E A DEUS O QUE É DE DEUS"!?? O problema é que eles querem misturar tudo na vitamina, pro povo beber!!!