quinta-feira, 30 de abril de 2009

ESTOU DE VOLTA


Eu sempre penso muito no que tenho que escrever aqui. Quase sempre chego à conclusão de que não devo falar de mim, dos meus sentimentos, pelo tento faze-lo de uma forma menos evidente. Mas, pensando bem, não há coisa mais interessante do que o sentimento humano. Embora, hoje, o mundo caminhe enlouquecidamente (aí meus amigos, o advérbio) para a maquinização, ou melhor, para a tecnocratização do homem, sentimento ainda é um bom assunto para ser explorado. Hoje me sinto muito bem: estive, nesses últimos dias, em muitos lugares, conheci e revi pessoas, senti e fi-las sentir muitas coisas. Na verdade, andei tão a flor da pele que qualquer beijo de novela ainda me faz chorar. Que sensação boa! Ter passado por tantos lugares me fez ver o quanto as pessoas ainda se emocionam, ver o quanto estão vivas, ver o quanto EU estou vivo e que há coisas muitos maiores que aquelas que, as vezes, construímos em nosso restrito mundinho. Repito: me sinto feliz. Voltar para os braços dos meus amigos e amores é indescritível. Voltar mais humano, humilde e sentimental, não tem preço. Me sinto bem vindo a mim mesmo.

Um comentário:

jhone disse...

O que mais me encanta e emociona em seus textos é a capacidade de se expor em cada um, parece que sua alma tá alí, clara e limpida, è verdadeiramente lindo como se expressa, me emociono quando leio suas palavras. Enfim, estou aqui pra te dizer que És muito especial e sabes disso, não só para mim, mas para todos que tem a honra de estarem ao seu lado, convivendo com VC, tenho certeza que assim como EU, essas pessoas só têm à aprender.
Boa sorte em sua Grande Vida, pois ela é uma DADIVA à todos nós!
Até breve.

P.S. Quero ganhar um livro seu. Rs