sexta-feira, 10 de outubro de 2008

GAYS NÃO PODEM DOAR SANGUE???


"Em nota técnica na enviada na última sexta-feira, (19/09) o Ministério da Saúde confirmou que gays e homens que fazem sexo com outros homens (HSH) não podem ser doares de sangue. Segundo os representantes do Ministério, os grupos "mantêm conduta de risco de infecção de doenças como Hepatite B, C e AIDS".
A nota intitulada "Situação de risco acrescido para doação de sangue" é baseada em algumas pesquisas recentes e outras nem tanto, relacionadas à Aids. De acordo com os dados, no Brasil a Epidemia de Aids é menor que 1% na população em geral, e maior que 5% em gays e HSH.
Além disso, estudos nos EUA e na Inglaterra também apontam diferenças significantes no número de casos de Aids entre gays e entre heterossexuais. O mesmo é dito sobre a hepatite C, em uma pesquisa de 1991, "HSH pode ser considerado de risco acrescido para infecção pelo vírus da hepatite C (VHC), apesar da via sexual não ser uma via efetiva de transmissão do vírus".
O Ministério da Saúde chega a conclusão de que estão inaptos para doação de sangue: homens e ou mulheres que tenham feito sexo em troca de dinheiro ou de drogas, e os parceiros sexuais destas pessoas; pessoas que tenham feito sexo com um ou mais parceiros ocasionais ou desconhecidos, sem uso do preservativo; pessoas que foram vitimas de estupro; homens que tiveram relações sexuais com outros homens e ou as parceiras sexuais destes; homens ou mulheres que tenham tido relação sexual com pessoa com exame reagente para anti-HIV, portador de hepatite B; pessoas que estiveram detidas por mais de 24h; pessoas que tenham colocado piercing ou feito tatuagem em lugares que não apresentavam condições de segurança; pessoas que tenham apresentado exposição a sangue ou outro material de risco biológico; pessoas que sejam parceiros sexuais de hemodialisados e de pacientes com historia de transfusão sanguínea; pessoas que tiveram acidente com material biológico.
Antes de encerrar o comunicado, a entidade pede desculpas pela restrição de doadores. "O objetivo não é a exclusão do grupo de gays e HSH desta generosa prática; nem tampouco apoiar atitudes de constrangimentos e de discriminação desta natureza nos serviços de hemoterapia."

Conforme publicado pela revista Capa.


Texto extraido do blog: http://stickyansweet.blogspot.com/


MEU COMENTÁRIO



Eu já sabia disso e me perguntava: QUE TIPO DE COISA ELES ACHAM QUE OS GAYS SÃO? Está arraigado ai o velho preconceito religioso, ignorante e colonial que cerca os gays desde sempre. É como se eles não se protegessem, como se fossem desinformados sobre os riscos das DST e AIDS. E não é assim! Todo mundo sabe disso.
Quem já esteve num HEMOCENTRO sabe que NÃO pode responder afirmativamente quando se pergunta: VOCÊ JÁ TEVE RELAÇÃO SEXUAL COM UMA PESSOA DO MESMO SEXO QUE O SEU? Isso é aviltante! Ter que negar a si próprio em nome da falta de esclarecimento dos outros. Sabe- se que a promiscuidade é uma prática mais comum entre homens e mulheres heterossexuais que entre homossexuais. Sem querer ser igual a eles - os inquisidores - mas, me permitam perguntar: PORQUE NÃO TRATAM COM O MESMO "RIGOR" OS OUTROS DOADORES HETEROSSEXUAIS PERGUNTANDO-LHES COM QUANTAS PESSOAS ELES FORAM PRA CAMA NO ÚLTIMO FINAL DE SEMANA?! A resposta seria assustadora. Todo mundo sabe disso também...

Um comentário:

manu disse...

Eu me pergunto em nome de que?
Isso é cruel, absurdo, violadora dos direitos humanos..
O que faz um heterossexual melhor que um homossexual na hora da doação? O mesmo sangue que corre numa veia também circula na outra, o que vai determinar o risco é o comportamento e não a orientação.Todos estão sujeitos se não se prevenir!
Santa ignorância!