segunda-feira, 23 de março de 2009

TUDO É POSSIVEL


Nesse domingo, dia 22 de março, assisti ao programa TUDO É POSSÍVEL (Rede Record) apresentado por Eliana Dedinhos. Liguei a TV no exato momento em que passava o quadro A escolha certa (a atração, do original Parental Control, é sucesso nos EUA e vários países. Pais que não gostam da cara-metade do filho(a) e acham que poderiam arranjar alguém bem melhor para ele(a) agora terão a chance de escolher novos pretendentes que satisfaçam seus anseios. Diversos candidatos são sabatinados pelos exigentes pais. Destes, somente dois "felizardos" serão escolhidos e cada um deles terá a chance de passar um dia com seu filho (a). Após o encontro, todos se juntam no palco do Tudo é Possível para o momento da decisão). Fiquei surpreso com o ‘’debate’’ entre Eliana e os “pretendentes” à namorado. A qualidade – se é que havia alguma – era sofrível! Falavam sobre o Orkut e as relações "sólidas" que o site comporta, sobre como são os rapazes, do que gostam...Tudo com uma seriedade como se estivessem mudando o mundo. Não agüentei: desliguei a televisão. Antes de escrever esse texto, pensei no que se transformou a juventude de hoje. Não sou tão velho, mas há bem pouco tempo o que se via na televisão para jovens e o que os jovens viam na televisão, nem de longe se compara com a programação alienante que se vê hoje em dia. Não quero dizer que antes a TV só mostrava coisa boa, mas de uns tempos pra cá, tem piorado muito, é um sofrimento estar em casa aos domingos e ter a televisão como única fonte de entretenimento. E os jovens? Quem são esses? Já não é possível reconhece - los. Nem eles mesmos se conhecem. Permeados por uma ignorância e futilidade sem tamanho, sem valor a vida, sem quase nenhum valor. Juntar essas duas coisas – jovens + televisão – na maioria dos casos, da m..., ou seja, dá em BBB, TUDO É POSSÍVEL etc.. De fato, na TV, hoje, tudo é possível. E impossível também.

5 comentários:

...vdj... disse...

Quando apreciamos uma leitura (jornalística, geral, científica, etc) nos tornamos críticos demais, o que causa desconforto a quem é alienado e tem preguiça de se tornar uma pessoa mais esclarecida (nao digo culta pq é exagero).

As vezes dá vontade de gritar como a Cinderela (Terça Insana) "Meu Deus, me deixe ser burro, ser intelectual dói", pois irrita saber e ver que as pessoas estão se tornando dementes demais.

[]'s
.
.
.

Antonio Isnard disse...

É MEU QUERIDO AMIGO E IRMÃO VJ.OS TEMPOS NÃO SÃO OS MESMOS.COMO DISSE EM OUTRO COMENTÁRIO,ESSA JUVENTUDE É UMA M....DAS GRANDES.JÁ TROCARAM SEUS VALORES MORAIS POR UMA SIMPLES APARIÇÃO EM UM PROGRAMA EM REDE NACIONAL.NÃO SÓ O "TUDO É POSSIVEL",MAS O MELHOR DO BRASIL COM UM TAL DE VAI DAR NAMORO.TUDO ARTIFICIAL.É UM TAL DE "ELE NÃO FAZ O MEU TIPO" OU ENTÃO "ELE MORA LONGE E ATÉ O PIOR DE TODOS NA MINHA OPINIÃO.O " HOJE NÃO RODRIGO.É BRINCADEIRA?NÃO ERA PRA SER MAS ESTÁ SE TORNANDO.QUANDO EU ERA ADOLESCENTE,NAMORO ERA COISA SÉRIA.VOCÊ TINHA QEU IR PEDIR PERMISSÃO AOS PAIS DELA E TAL.HOJE.QUANDO OS PAIS SABEM GERALMENTE É PARA REGISTRAR O NETINHO QUE ESTÁ POR VIR.OS SENTIMENTOS DOS "HOMENS" JÁ NÃO VALEM TANTO QUANTO VALIAM 10 ANOS ATRAS.FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DE JESUS:"PAI,PERDOAI.ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM.

Cristiane Carrillo disse...

Caro amigo Vitor...eu acho q sou um peixe fora do aquário! Sinceramente...Fazemos parte da mesma geração e percebo que os nossos valores estão super ultrapassados...Os jonves de hj são superficiais, não tem a menor noção do que significa responsabilidade, compromisso, seriedade e tantas outras coisas!Eu ainda não tenho filhos...e não sei se quero tê-los! A educação de hj é precária! digo educação de forma generalizada... Pais e escola não fazem mais a parte que lhes cabe.
Lamentável tudo isso...

C. Eduardo disse...

É intrigante ver...(na verdade não ver...) nenhuma responsabilidade com conteúdo, e sim com audiência, como vemos hoje em dia...infelizmentente, é assim...ultimamente, é mil vezes preferível ler livros de "entretenimento" do que ver programas na TV de "entretenimento"...digo isso pois recentemente li uns capítulos de "Vale Tudo", livro de Nelson Motta que fala de sua amizade com Tim Maia...o que pra mim não passou de entretenimento, pois o Roupa Nova em declaração mencionou que o Nelson Motta AUMENTOU algumas coisas no livro...ou seja: essas coisas, como citada por você Vitor, e um livro como este só tem um único objetivo: ter fins lucrativos!

André Luís Leite disse...

eu te dava um conselho: faz um eletroenfalograma - ver um programa como estes pode causar danos irreversiveis a o cerebro- sou um velho - fiz minha parte e tentei mudar o mundo - agora estou aposentado e o negocio é com voces - voces estao perdendo para o nada - eu fico escutando meu slayerzinho, de canto, curtindo um Skate, fazendo a minha e tenho um bloguinho para exorcizar os demonios - quem tem que salvar uma geraçao perdida sao voces. Sou de uma geraçao que somente ouviamos legiao urbana e U2, assistimos rock santeiro, serviamos a patria e sabiamos cantar o hino de cor
(cocaina, cogumelos, mescalina, pegas nas ruas, brigas, rap, policia, politica, darwim X deus, vodka com rum e muito mais coisas que enfrentamos na esperança de um mundo menos hipocrita onde o homem acreditasse no homem e tivessem valores morais elevados)- minha esperança esta em voces recuperarem o tempo perdido...consumo mais ignorancia =2009d.c. - em 1986 nunca imaginariamos a decadencia da juventude da qual faziamos parte. abraços sr.vitor.
*voces e as pessoas que leem seu trabalho fazem a diferença e voces sabem muito bem disso.